Nascido no Rio de Janeiro, Edson Fieschi viu-se envolvido com o mundo da arte por acaso. Corria o ano de 1981 e ele estudava num curso pré-vestibular ambicionando entrar numa faculdade de Engenharia. Além disso, estava à procura de um emprego para que pudesse bancar seus futuros dias de universitário.

Então, um amigo lhe disse que havia uma vaga na área administrativa da TV Globo e o levou para que pudesse trabalhar no escritório da emissora. Chegando lá, porém, Edson chamou a atenção de um dos diretores artísticos, que lhe propôs fazer uma figuração. O rapaz ficou empolgado, encantou-se com o que viu e no dia seguinte mesmo procurou informar-se sobre escolas de teatro.

Logo estaria no lendário Tablado dando início à carreira ao estudar dramaturgia ao lado de nomes hoje consagrados como Malu Mader, Felipe Camargo e Maurício Mattar, com os quais atuou em Os Doze Trabalhos de Hércules e que também estavam começando a interpretar.

Cada vez mais animado, Edson resolveu investir em sua nova paixão e foi estudar na CAL – Casa de Artes Laranjeiras, integrando a primeira turma do curso e formando-se em 1985.

Não demorou para que o ator passasse a fazer parte do Grupo Tapa. “Foi onde tive minha melhor formação, ficando por quatro anos nele e fazendo grandes sucessos, como a montagem antológica de Viúva Porém Honesta, de Nelson Rodrigues”, diz Edson. O teatro, aliás, é alvo da admiração dele, que considera essa arte a base para todos os outros tipos de dramaturgia. Interpretar tem um significado muito grande em sua vida.

“É um ofício que requer prática, dedicação e trabalho, muito trabalho. E se for possível atingir o coração de uma única pessoa, já terá valido a pena todo o esforço”, declara.

A TV também teve um papel importante em sua carreira. Em 1988, ele foi convidado por Dennis Carvalho para atuar naquela que se tornou uma das novelas de maior sucesso de todos os tempos: Vale Tudo. Em seguida, o ator trabalhou nas novelas: Tieta e Meu Bem Meu Mal, convidado por Paulo Ubiratan. Na novela Meu Bem Meu Mal, deu vida a João Manuel; “Esse personagem até hoje me rende o reconhecimento das pessoas”, celebra.

Em 1994, Edson participou de um grande espetáculo teatral com Gabriel Villela, A Falecida, e em seguida passou por diversas emissoras de TV, levando seu talento a diversos trabalhos. O foco nos últimos anos tem estado no teatro. "Atualmente venho produzindo as minhas próprias peças, sempre trabalhando com bons textos e diretores renomados", finaliza.

Entre em Contato

Edson Fieschi

Currículo

TELEVISÃO

2015 - SE EU FOSSE VOCÊ 2 - FOX Série

Autor: Leandro Matos
Diretor: Paulo Fontenelle
Personagem: João

2011 – O MADEREIRO – TV Record

Direção: Moacyr Góes
Personagem: Walter

2011 – INSENSATO CORAÇÃO - TV Globo

Autor: Gilberto Braga e Ricardo Linhares
Diretor: Dennis Carvalho
Personagem: Nelson Mesquita

2008 - A FAVORITA - TV Globo

Diretor: Ricardo Waddington

2007 – DANCE, DANCE, DANCE – TV Band

Diretor: Del Rangel

2002 – AMOR E ÓDIO - SBT

Diretor: Henrique Martins

2000 – CHIQUITITAS - SBT

Adaptação de Caio de Andrade
Diretor: Cláudio Ferrari

1998 – SERRAS AZUIS - Band

Diretor: Nilton Travesso

1998 – VOCÊ DECIDE: ATO COVARDE - TV Globo

Diretor: Roberto Farias

1997 – CANOA DO BAGRE – TV Record

Diretor: Attílio Riccó

1997 – VOCÊ DECIDE: A VOLTA - TV Globo

Diretor: Roberto Farias

1997 – VOCÊ DECIDE: CIÚMES - TV Globo

Diretor: André Schultz

1996 – VOCÊ DECIDE: A MULHER DO PADRE - TV Globo

Diretor: Ary Coslov

1996 – VOCÊ DECIDE: DOCE ENGANO - TV Globo

Diretor: André Schultz

1996 – VOCÊ DECIDE: FRANCISCO - TV Globo

Diretor: Fábio Sabag

1991 – TERESA BATISTA - TV Globo

Diretor: Paulo Afonso Grisolli

1991 – MEU BEM, MEU MAL - TV Globo

Diretor: Paulo Ubiratan

1990 – MÃE DE SANTO - TV Manchete

Diretor: Henrique Martins

1989 – TIETA - TV Globo

Diretor: Paulo Ubiratan

1988 – VALE TUDO - TV Globo

Diretor: Dennis Carvalho

 

TEATRO

2012 – A GAROTA DE DEUS

Diretor: Elias Andreato
Comédia Romântica de Neil Simon
Texto Adaptação: Edson Fieschi
Personagem: Hélio Garcia

2009 – ESTRANHO CASAL

Diretor: Celso Nunes
Comédia Romântica de Neil Simon
Texto - Adaptação: Gilberto Braga
Personagem: Félix

2003 - 1/4 DE AMOR

Diretor: Leonardo Roat

2000 – ELES NÃO USAM BLACK-TIE

Diretor: Marcus Vinícius Faustini

1999 - CINDERELA

Diretor: Eduardo Martini

1997 - GIOVANNI - O MUSICAL

Diretor: Rogério Fabiano

1995 - A PEQUENA MÁRTIR DE CRISTO-REI

Texto e Direção de Miguel Falabella

1994 - A FALECIDA

Diretor: Gabriel Villela

1992/1993 - A DAMA E O VAGABUNDO

Texto e Direção de Marcelo Saback

1990 - O REI ARTHUR E OS CAVALEIROS DA TÁVOLA REDONDA

Texto e direção de Celso Lemos

1989 – OS SETES PECADOS

Diretor: Oswaldo Loureiro

1988 – TRÊS É MELHOR

Diretor: Oswaldo Loureiro

1988 - A MÃE DE NEURÓTIKA

Diretor: Fernando Berditchevski

1987 – VIÚVA, PORÉM HONESTA

Diretor: Eduardo Tolentino (Grupo Tapa)

1986 – VERDADEIRA VIDA DE JONAS WENKA

Diretor: Peter Palitzsch (Grupo Tapa)

1986 - O ALIENISTA

Diretor: Renato Icarahi (Grupo Tapa)

1985 – CAIU O MINISTÉRIO

Diretor: Celso Lemos (Grupo Tapa)

1985 - PINÓQUIO

Diretor: Eduardo Tolentino (Grupo Tapa)

1985 - LISÍSTRATA

Diretor: Eduardo Tolentino

1984 - A NOITE BRASILEIRA

Diretor: Tomil Gonçalves

1984 – TRAGÉDIAS CARIOCAS

Diretor: Carlos Gregório

1984 - A LIRA DOS VINTE ANOS

Diretor: Tomil Gonçalves

1983 – OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

Diretor: Carlos Wilson

1982 - ANTÍGONA

Diretor: Nobel Medeiros

 

CINEMA

2003 - 48 HORAS

Diretora: Daniela Minello

2003 - A APOSTA

Diretor: Leonardo Roat